O HOMEM CANSADO

UMA BREVE LEITURA DAS MASCULINIDADES HEGEMÔNICAS E A DECADÊNCIA PATRIARCAL

É inegável a importância dos movimentos emancipatórios e de autonomia dos sujeitos. Proporcionando debates, reflexões e estabelecendo espaços de diálogo para fertilizar temas emergentes e considerados tabus. São sistemas essencialistas, falas que ecoam violências, culturas de abusos e negação de
direitos, estes movimentos identitários legitimam aqueles que sofrem por causa de políticas silenciadoras e invisibilidade.

Esse é o cenário propício para refletirmos sobre as masculinidades que estabelecem segregações dessas identidades, pautadas em privilégios e generificações de corpos, desejos e subjetividades, mas também, enquanto políticas de poder.

Olhar para as masculinidades é olhar para as masculinidades tóxicas e as relações de dominação. Masculinidades alexitímicas. Constatar que não são imóveis e intocáveis, mas revelam pluralidades e estão em plena transformação.

Eis o homem angustiado e cansado que, marcado pelo totalitarismo patriarcal, não mais o sustenta e que, uma vez se reconhecendo neste contexto de exploração, arbitrariedades e violências, não admite mais estas condições.

É diante de rupturas de fronteiras, entre o patriarcalismo colonial, masculinidades emancipatórias e interseccionalidades com as feminilidades que localizamos novas perspectivas de ser-homem e a crítica a uma masculinidade sem hegemonias, compreendendo que outras identidades e protagonismos devem ser respeitados.

Confira: https://www.rbsh.org.br/revista_sbrash/article/view/42

Artigos Relacionados

ANAIS, MOSTRA DE TRABALHOS

Publicação que reúne resumos de pesquisas científicas e projetos de autoria de Magistradas(os), Servidoras(os) e Estagiárias(os) de Graduação e Pós-Graduação do Tribuna de Justiça do Estado do Paraná, inscritos no Processo de Seleção da Mostra de Trabalhos realizada durante a Semana da Mulher 2020 – 2 a 6 de março

Saiba Mais »

ANAIS, MOSTRA DE TRABALHOS

Publicação que reúne resumos de pesquisas científicas e projetos de autoria de Magistradas(os), Servidoras(os) e Estagiárias(os) de Graduação e Pós-Graduação do Tribuna de Justiça do Estado do Paraná, inscritos no Processo de Seleção da Mostra de Trabalhos realizada durante a Semana da Mulher 2020 – 2 a 6 de março

Leia Mais »

Obrigação civil do cirurgião plástico em pacientes com transtorno dismórfico corporal

O mundo vem sofrendo constantes e profundas modificações as quais não podem ser ignoradas pela sociedade e por instituições democráticas. Trabalhar com diversidade sexual requer muito cuidado. Na década de oitenta, surgiu o tema transgênero, para se referir a uma classe portadora de transtorno de gênero, isto é, indivíduo que nasce com comportamentos completamente diferentes do corpo e do sexo que possui.

Leia Mais »
12/12/2020
15:00