O ogro no espelho: Hanibbal Lecter e o mito do homem selvagem

Autoras: Rosane Cardoso e Marina Oliveira

O canibalismo é uma prática tão antiga quanto a humanidade e compreende muitos desdobramentos. Manifestou-se em períodos de fome intensa, em rituais pagãos e em representações artísticas. Tabu incontestável no Ocidente é visto atualmente como crime hediondo.

Na literatura, a personagem que geralmente sintetiza esse tipo de barbárie é o ogro, criatura de índole perversa que quer devorar aqueles que atravessam seu caminho.

O canibal/ogro adquire várias formas, de deuses primitivos, passando pela bruxa ou pela madrasta má dos contos de fadas até versões vampirescas. Este artigo discute o canibalismo na narrativa contemporânea, considerando o fascínio que provoca Hannibal Lecter, personagem central dos best-sellers de Thomas Harris e de exitosas narrativas audiovisuais. Colocando o renomado psiquiatra e serial killer na posição de ogro contemporâneo, analisa-se a sua relação, como ogro, com um mito ancestral, o mito do homem selvagem discutido pelo antropólogo Roger Bartra.

Confira: www.revistas.usp.br/criacaoecritica/article/view/129257

Artigos Relacionados

Obrigação civil do cirurgião plástico em pacientes com transtorno dismórfico corporal

O mundo vem sofrendo constantes e profundas modificações as quais não podem ser ignoradas pela sociedade e por instituições democráticas. Trabalhar com diversidade sexual requer muito cuidado. Na década de oitenta, surgiu o tema transgênero, para se referir a uma classe portadora de transtorno de gênero, isto é, indivíduo que nasce com comportamentos completamente diferentes do corpo e do sexo que possui.

Saiba Mais »

Obrigação civil do cirurgião plástico em pacientes com transtorno dismórfico corporal

O mundo vem sofrendo constantes e profundas modificações as quais não podem ser ignoradas pela sociedade e por instituições democráticas. Trabalhar com diversidade sexual requer muito cuidado. Na década de oitenta, surgiu o tema transgênero, para se referir a uma classe portadora de transtorno de gênero, isto é, indivíduo que nasce com comportamentos completamente diferentes do corpo e do sexo que possui.

Leia Mais »

Apareceu o Margarida: liminaridades e masculinidades no futebol

O mundo vem sofrendo constantes e profundas modificações as quais não podem ser ignoradas pela sociedade e por instituições democráticas. Trabalhar com diversidade sexual requer muito cuidado. Na década de oitenta, surgiu o tema transgênero, para se referir a uma classe portadora de transtorno de gênero, isto é, indivíduo que nasce com comportamentos completamente diferentes do corpo e do sexo que possui.

Leia Mais »

“SEM VERGONHA, para você que está dentro ou fora do armário” – Blog de conteúdo multimídia para jovens LGBTI+

O mundo vem sofrendo constantes e profundas modificações as quais não podem ser ignoradas pela sociedade e por instituições democráticas. Trabalhar com diversidade sexual requer muito cuidado. Na década de oitenta, surgiu o tema transgênero, para se referir a uma classe portadora de transtorno de gênero, isto é, indivíduo que nasce com comportamentos completamente diferentes do corpo e do sexo que possui.

Leia Mais »

A dignidade da mulher em questão: uma análise ético-interpretativa da violência de gênero a partir de Juízes 19

O mundo vem sofrendo constantes e profundas modificações as quais não podem ser ignoradas pela sociedade e por instituições democráticas. Trabalhar com diversidade sexual requer muito cuidado. Na década de oitenta, surgiu o tema transgênero, para se referir a uma classe portadora de transtorno de gênero, isto é, indivíduo que nasce com comportamentos completamente diferentes do corpo e do sexo que possui.

Leia Mais »